Centro Cultural de Cascais

Horário Aberto
Aberto
Seg: Fechado
Ter - Dom: 10:00-13:00, 14:00-18:00
Morada[ + info ]
NomeCentro Cultural de CascaisMorada

Av. Rei Humberto II de Itália
2750-800 Cascais

FreguesiaCascais e EstorilGeolocalização38.694162,-9.421404 (abrir mapa)

Av. Rei Humberto II de Itália
2750-800 Cascais

Preço[ + info ]

Preço geral: 5,00€

50% desconto: Bilhetes seniores, estudantes e residentes no concelho de Cascais

Packs:  Bilhete Família (máx. 6 pessoas: 1 bilhete grátis) | Bilhete Grupo (+ 7 pessoas: 25% de desconto sobre o valor total) | Bilhete Pack CP (Passe BM diário + Bilhete ida e volta CP Cascais Cais do Sodré): 12,00€

Gratis: < 18 anos (inclusive) | Cartão escolar integrado | Escolas e Instituições de educação com marcação prévia | IPSS de cariz social sem fins lucrativos | ONG | Jornalistas em função com marcação prévia | Desempregados | Guias Turísticos credenciados

Preço geral: 5,00€

comprar
Descrição

Edifício secular, o Centro Cultural de Cascais nasceu da reabilitação do antigo Convento de Nossa Senhora da Piedade.

Abriu as suas portas a 15 de maio de 2000 e constitui hoje um espaço multidisciplinar, especialmente vocacionado para as artes visuais. Dispõe ainda de um acolhedor auditório com capacidade para 144 lugares, adequado ao acolhimento de conferências, seminários, pequenos concertos de música e performances, bem como uma agradável cafetaria servida por uma esplanada localizada num pátio interior.

O convento foi edificado por iniciativa do IV Conde de Monsanto, D. António de Castro, que nele desejava instalar o primeiro Colégio Português de Filosofia, tendo as obras sido concluídas em 1641. A história do convento até 1834, está descrita na Crónica das Carmelitas Descalças, ordem religiosa que o ocupou até essa data. Quando nesse ano as ordens religiosas foram extintas, o convento ficou votado ao abandono e em ruína.

Depois de passar por diversos proprietários foi adquirido pelo Visconde da Gandarinha, em finais do séc. XIX, que ali mandou instalar o seu palácio de veraneio.

Já em meados do séc. XX o edifício foi adquirido pela família Espírito Santo e, em 1977, a Câmara Municipal de Cascais tomou posse, por escritura de doação, da Sociedade Casas da Gandarinha SARL, com a salvaguarda da gestão da capela pela autoridade eclesiástica local.

A recuperação do antigo convento teve início em março de 1994, num projeto faseado. A ala norte foi a primeira a ser concluída, tendo as restantes alas (nascente, sul e poente) sido alvo de escavações arqueológicas que terminaram em 1997.

Com uma gestão partilhada entre a Fundação D. Luís, responsável pela programação do centro de exposições, e a Câmara Municipal de Cascais, que assegura a programação do auditório, o Centro Cultural conta igualmente com um Serviço Cultural e Educativo muito dinâmico.

Mais informação em cultura.cascais.pt

acontece aqui...

14 Fev - 3 Nov'20
Moita Macedo, uma Antologia
29 Fev - 8 Nov'20
While tomorrow is forever, by José Augusto Castro
14 Nov - 12 Dez'20
Ciclo Grandes Obras da Literatura Universal
24 Out'20 - 3 Jan'21
Sonhos do Dia e da Noite: A Coleção e o Percurso de Maria João Fernandes
13 Nov'20
Apresentação final dos projetos criados no Clube SE NÃO AGORA, QUANDO?