Forte de S. Jorge de Oitavos

Horário Aberto
Aberto
Seg: Fechado
Ter - Dom: 10:00-13:00, 14:00-18:00
Morada[ + info ]
NomeForte de S. Jorge de OitavosMorada

Estrada do Guincho
2750-642 Cascais

FreguesiaCascais e EstorilGeolocalização38.699772,-9.468229 (abrir mapa)

Estrada do Guincho
2750-642 Cascais

Preço[ + info ]

Preço geral: 3,00€

50% desconto: Bilhetes seniores, estudantes e residentes no concelho de Cascais

Packs:  Bilhete Família (máx. 6 pessoas: 1 bilhete grátis) | Bilhete Grupo (+ 7 pessoas: 25% de desconto sobre o valor total) | Bilhete Pack CP (Passe BM diário + Bilhete ida e volta CP Cascais Cais do Sodré): 12,00€

Gratis: < 18 anos (inclusive) | Cartão escolar integrado | Escolas e Instituições de educação com marcação prévia | IPSS de cariz social sem fins lucrativos | ONG | Jornalistas em função com marcação prévia | Desempregados | Guias Turísticos credenciados

Preço geral: 3,00€

comprar
Descrição

A meia distância entre o promontório da Guia e o Cabo Raso situa-se o Forte S. Jorge, inicialmente também conhecido como baluarte de Oitavos por se encontrar próximo do cabeço do mesmo nome – hoje designado Oitavos - onde então existia uma vigia.

Construído entre 1642 e 1648, a sua planta poligonal de cinco lados desiguais, apoiada sobre a falésia, é exemplo privilegiado de adaptação ao terreno.

Em 21 de Dezembro de 1974, é classificado como Imóvel de Interesse Público e em 1999 e cedido pela Direção- Geral do Património do Estado à Câmara Municipal de Cascais, com o objetivo da sua recuperação, salvaguarda e valorização.

Data do ano 2001 a abertura ao público como espaço de valência museológica, ao serviço da cultura.

No interior do espaço fortificado, o edifício onde se localizavam o quartel, a casa da pólvora, os armazéns e as cozinhas apresenta agora uma exposição, organizada em dois núcleos, que integra o Forte de S. Jorge de Oitavos no dispositivo militar de defesa avançada da barra do Tejo e revela aspetos da sua organização funcional e das vivências em tempos de guerra e da paz.

Núcleo I

- A linha defensiva da barra do Tejo, as fortificações de Cascais e o Forte de S. Jorge

- Evocação da construção do aparelho defensivo da embocadura oceânica de Lisboa e territórios envolventes, apresentando os momentos históricos mais marcantes desse processo no tocante às fortificações marítimas de Cascais, do séc. XV ao séc. XIX..

- A segunda parte deste núcleo centra-se na história do Forte de S. Jorge, num registo de memória, em paralelo com os acontecimentos nacionais coevos.

Núcleo II

- Artilhamento e guarnição em finais do século XVIII

- Esta sala faz a  abordagem dos temas do artilhamento e das guarnições, recorrendo a réplicas de uniformes e dos instrumentos que eram utilizados no paiol e no serviço das bocas-de-fogo, correspondendo a uma «cápsula do tempo», situada entre a década de 1760 e as Invasões Francesas.

Mais informação em cultura.cascais.pt

acontece aqui...

7 Nov'20
Science Matters - Ciclo de Debates